[re]União enfim…

Quarta; ainda a reunião.

Chegamos, então, ao cerne da questão e que motivou a realização desta que denominamos nossa Primeira Reunião Fraterna: há duas semanas, recebemos em psicografia uma mensagem dirigida ao Grupo. Manifestou-se o Guia de um dos membros. Lerei a mensagem a seguir. No domingo, como a corroborar o acerto de nossa iniciativa de ampliação do Grupo e de convocação desta reunião, o Miguel, aqui presente, médium vidente, recebeu a visita de um Benfeitor do Grupo, que lhe passou algumas orientações e informações. Alexandre e Rebeca estavam presentes e auxiliaram Miguel no registro da mensagem. Como é de conhecimento geral, Rebeca também é médium ostensiva.

A mensagem recebida pelo Grupo, na reunião de duas semanas atrás foi a seguinte:

Mensagem Amiga

Leio também a mensagem recebida por Miguel, no último domingo:

Mensagem de Um Irmão

espirito

Diante do que foi exposto e das mensagens recebidas, este Grupo propõe que nos organizemos para enfrentarmos as situações prognosticadas e previstas. Que aos atingidos, despossuídos, abandonados, exilados e desorientados com os quais nos depararemos, desde já e crescentemente num futuro próximo, possamos oferecer nossas mãos, uma palavra, pão ou cobertor. Que nos preparemos para servirmos, para instrumentos de paz e de luz auxiliarmos, para colocarmos em movimento o amor, transformando-o em Caridade. Fraquejaremos, é certo. A dor nos consumirá, nos enfraquecerá, e cairemos. Mas se estivermos juntos e nos mantivermos em nosso propósito, poderemos nos apoiar mutuamente nesta tarefa e nos reerguer quando necessário.

A pergunta que fazemos a todos e a cada um é: você gostaria de se preparar para este momento? Você gostaria de comparecer aos nossos encontros e junto ao Grupo estabelecer ações que sejam de amparo a pessoas em sofrimento e precisão? Você gostaria de formar conosco uma corrente solidária e de atendimento aos enfermos e abandonados que cheguem às “nossas portas? Você está disposto a dar para receber, a amar mais do que ser amado, a perdoar ofensas e levar esperança onde houver desespero? Consolar, compreender, amar?

Reflitam. Gostaríamos de fazer parte deste Cinturão Fraterno?

Vou interromper a exposição por 30 minutos. A água sobre a mesa, fluidificada, pode ser consumida. Fiquem à vontade.”

earthlog

Todos se levantaram e buscaram os amigos, conversando sobre as implicações daquela “convocação”. Alex, Miguel e Rebeca quedaram silenciosos. Aproximei-me deles e lhes disse: pensem. Vocês não estão aqui à toa. Se tudo der errado, vocês estarão juntos, mas talvez sozinhos. Pensem e falem a respeito. A aceitação não deve ser tácita. Manifestem-se. Mesmo que para contraditar.

Meia hora depois, voltamos.

João, a meu pedido, me passou a palavra.

Perguntei aos presentes se algo pendia não compreendido. Silêncio. Propus uma nova reunião para a quarta feira seguinte e pedi que levantassem as mãos os que gostariam de participar como membros do Grupo a partir daquele momento, considerando a proposição feita e as implicações de seu engajamento. Sergio, Maurício e Carlos – os três irmãos – perguntaram se seria possível comparecer apenas esporádica e alternadamente, já que os restaurantes demandavam sua presença e nem sempre poderiam estar disponíveis naquele horário. O Grupo manifestou-se rapidamente em anuência, o que os deixou visivelmente satisfeitos e a mim também. Aquele era um momento de União. Com a adesão dos demais, éramos agora um Grupo com 25 membros. Solicitei aos três jovens que mantivessem a disciplina; qualquer atividade escolar ou profissional que os detivesse deveria ser informada com antecedência. Os fiz ver a importância do compromisso e da disciplina para com o grupo: estaríamos contando com sua colaboração e presença. Sob o peso da circunspecção que a reunião havia posto naquele compromisso, firmaram-no consigo mesmos; no final das contas o que realmente tem valor.

images-1

Identifiquei alguns líderes para subgrupos temáticos e a primeira tarefa para o Grupo na próxima reunião seria a apresentação dos projetos – ainda que em esboços – para iniciarmos o levantamento das ações e dos recursos necessários.

Encerrei agradecendo a todos. E inevitavelmente pensei em Trimegisto: “em cima como embaixo”.

Despedimo-nos uns dos outros e retornamos a nossas casas. Cada um com um tanto a refletir e organizar em suas rotinas, em preparação para os tempos que inexoravelmente chegariam, qualquer que fosse a denominação que os atribuiríamos.

Alex e Miguel foram levar Rebeca até a casa da sua tia, com quem residia desde o falecimento de sua mãe.

Luiz me amou aquela noite como nunca antes. Não nos separaríamos no tempo. Nem na dor.

18169204_vyo7f

Hoje. Quinta.

Amanheceu e Luiz estava lá, como sempre. Minha rocha. Fui fazer seu café. Pus a água a ferver e fui até o lago. Descalça, entrei na água, molhei os pulsos e sem sentir o frio, lágrimas quentes vertiam, agradeci a oportunidade de ter voltado e de ter encontrado um filho tardio tão bom e um companheiro doce e corajoso, que estariam comigo quando tudo se consumasse. Pedi. Pelos dois. Por seus olhos e suas mãos a me proteger e conduzir. E por seu destino.

Para onde quer que a colheita me leve, que eu não me permita perdê-los.

alma-gemela

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

A REUNIÃO

A REUNIÃO’

A REUNIÃO”

A REUNIÃO”’

E [a reunião] teve início…

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

PS.: Esta narrativa foi construída no período de abril a junho de 2016 e é ficcional.

PS1: Viviane não é a Senhora do Lago.

PS2: Estão em meu coração todos os personagens presentes e ausentes desta narrativa.

PS3: Aos eventuais leitores cumpre esclarecer que as psicografias são peças ficcionais a despeito da inspiração que me intuiu para sua construção. Apresentam o teor de mensagens recebidas mas não são transcrições autênticas; por isso não estão assinadas e nem datadas. Mensagens psicografadas autênticas não são publicadas em meus blogs a menos que haja uma solicitação explícita dos comunicantes neste sentido.

images

Um comentário sobre “[re]União enfim…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s