Centenário

Um Amor que resiste…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Carinhoso

Pixinguinha
gravação de 1916-7

Meu coração, não sei por quê
Bate feliz quando te vê
E os meus olhos ficam sorrindo
E pelas ruas vão te seguindo
Mas mesmo assim foges de mim

Ah, se tu soubesses
Como sou tão carinhoso
E o muito, muito que te quero
E como é sincero o meu amor
Eu sei que tu não fugirias mais de mim

Vem, vem, vem, vem
Vem sentir o calor dos lábios meus
À procura dos teus
Vem matar essa paixão
Que me devora o coração
E só assim então serei feliz
Bem feliz

 

♤♤♤

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Pixinguinha

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Carinhoso

http://www.carnaxe.com.br/axelook/selos/images/1997_centenariopinxinguinha.htm

2 comentários sobre “Centenário

    1. Meu coração ainda bate e já não sei porque… A névoa fria afasta a felicidade, é o véu que nubla o olhar e torna a busca pelas mãos e pelo entrelaçar de dedos infrutífera. O frio nos ossos faz gritar e sufocar no engasgo da lágrima.

      Carinho é para os bravos.

      Obrigada pela visita e pelas palavras.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s