Te busca

Mas é meu o olhar que busca…

A ti.

Florbela D’Alma Espanca, o nome que é um verso.

E tudo isso é pouco…

IMG-20160429-WA0000

 

Fanatismo

Minh’alma, de sonhar-te, anda perdida
Meus olhos andam cegos de te ver !
Não és sequer a razão do meu viver,
Pois que tu és já toda a minha vida !

Não vejo nada assim enlouquecida …
Passo no mundo, meu Amor, a ler
No misterioso livro do teu ser
A mesma história tantas vezes lida !

“Tudo no mundo é frágil, tudo passa …”
Quando me dizem isto, toda a graça
Duma boca divina fala em mim !

E, olhos postos em ti, digo de rastros :
“Ah ! Podem voar mundos, morrer astros,
Que tu és como Deus : Princípio e Fim ! …”

In Livro de Soror Saudade (1923)

♤♤♤

Se Tu Viesses Ver-me…

“Se tu viesses ver-me hoje à tardinha,
A essa hora dos mágicos cansaços,
Quando a noite de manso se avizinha,
E me prendesses toda nos teus braços…

Quando me lembra: esse sabor que tinha
A tua boca… o eco dos teus passos…
O teu riso de fonte… os teus abraços…
Os teus beijos… a tua mão na minha…

Se tu viesses quando, linda e louca,
Traça as linhas dulcíssimas dum beijo
E é de seda vermelha e canta e ri

E é como um cravo ao sol a minha boca…
Quando os olhos se me cerram de desejo…
E os meus braços se estendem para ti…”

In “Charneca em Flor”

IMG-20160429-WA0002

♤♤♤

Mais em:

http://www.jornaldepoesia.jor.br/flor.html

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Florbela_Espanca

http://jornalggn.com.br/blog/odonir-oliveira/florbela-espanca-ha-uma-primavera-em-cada-vida-e-preciso-canta-la-assim-florida-0

6 comentários sobre “Te busca

  1. Ser poeta

    Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
    Do que os homens! Morder como quem beija!
    É ser mendigo e dar como quem seja
    Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

    É ter de mil desejos o esplendor
    E não saber sequer que se deseja!
    É ter cá dentro um astro que flameja,
    É ter garras e asas de condor!

    É ter fome, é ter sede de Infinito!
    Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim…
    É condensar o mundo num só grito!

    E é amar-te, assim perdidamente…
    É seres alma, e sangue, e vida em mim
    E dizê-lo cantando a toda a gente!

    (Deixo que Florbela diga por mim e muito melhor do que eu saberia fazê-lo.)

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s