Vagando

a-rosa-e-a-espada-serie-tatoo

 

Lamento

De que vale o sol que aquece
Se a rubra flor fenece
Na charneca silente
Em que o Amor adoece.

Por onde anda você?
Por onde andamos nós?
Se nós nos andamos,
Porque tanta dor e tão atroz?

Por onde vai teu olhar?
Este que suplico retorne
Por onde estiver vagando,vem!
Torne, corre, retorne…

Lágrima furtiva escorre
Temor de outra vez perder
Espada em punho, se lenço Cobre
No peito faz tua Rosa perecer.

Amor derradeiro e maduro
Urzes e estilhaçados terços
Silenciados no monturo
Em que rangem vazios berços.

A Dama ampara O Cavaleiro
Em seu rijo escudo A Rosa
Estandarte de bravo guerreiro
Amor e Desvelo à prova.

Vagando busca,
Chorando clama.

Anna Dutra.

2 comentários sobre “Vagando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s