Bichanos

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Verão vai arrefecendo. O sofrimento imposto pelo calor excessivo, que cede pouco a pouco, diminui.

Os bichanos “despertam”; a letargia dá lugar a um entusiasmo discreto mas nem sempre suave: miados, ameaças, garras e dentes prontos. Corridas e “justas” sem motivo. Simplesmente aliviar a imensa energia represada pela inatividade.

Interessante; às vezes, doloroso.

🙂

Como não amar estas criaturas fascinantes?

Reinam, absolutos, e não transigem: a última palavra e a vontade soberana é sempre deles. Eu, súdita esperta, obedeço. Não quero perder seus afagos nem seu ronronar. É, imagino, como ganhar na loteria.

Eis os tesouros!! Dizem que uma casa sem gatos não é um lar. Exagero? Talvez. Mas não concebo aconchego sem essas duas “crianças”.

Hoje:

 

Babies:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s