Céu

images-6

05:30

Acabo de abrir os olhos. O céu clareia, o dia desponta. E lá está ela: da minha janela a beleza de um minguante deitado contra o Anil. Linda!

Mais cedo, reinava contra o Negro da noite. E também a via de meu canto, através da janela. Conversamos.

Lua maravilhosa, serena, a contemplar nossa angústia. A observar nossa infantil teimosia. Nossa insensata separação. Nossos quereres. E sofreres.

De uma noite sem sonhos, acordei com a Lua.  Nesses dias sem eles, caminho sem seu halo, sem sua força, magia sob bruma, morta. Por onde anda minha Estrela?

Estendo asas ao Sol para enrijecê-las, mas não desejo voar. Não desejo.

Como é o fenecer de uma Fada?

images-4

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s